1 de mai de 2013

Não pense no amanhã

Fico imaginando se tudo isso foi real. Faz trinta anos que um moleque pirralho veio até a mim. Eu sou diretora da Escola do Carrossel. Aquele menino tentou fazer oral com uma coleguinha. Eu o perguntei por que ele fez isso. Ele ficou falando um monte de coisas:

- Não, não pode ser.

- O que não pode ser?

- Eu iria estuprar ela de qualquer forma mesmo.

- Do que você está falando?

- Toda vez eu vivo minha medíocre vida, mas quando finalmente tenho 30 anos, um pênis de 30 cm e uma mulher gostosa e peituda eu volto a ter 10 anos.

- Ah, além de estuprador você é maconheiro...

- Não, eu juro, é verdade!

- Me prove!

Então o garoto começou a lamber a diretora.

- Não foi nesse sentido da palavra que falei.

Realmente, ele era melhor que qualquer nerdinho punheteiro. Como um moleque de 10 anos poderia saber o resultado de 1+1? Ele impressionava, mas ainda não acreditava nele.

- Olha, você conhece o filme "Feitiço do Tempo"?

- Sim.

- Pois o que tenho pra te contar não tem nada a ver com o filme. Eu vivo minha vida normal até os 30 anos, e quando vou perder minha virgindade, volto a ter 10 anos. Parece legal... Mas é. Acontece que estou fazendo as coisas diferentes para ver se acaba com isso. Por isso a senhora não pode chamar meus pais. Eu sou VID4 L0K4.

- Tudo bem, pode ir.

Eu o deixei ir, mas no dia seguinte o flaguei dizendo pra uns amigos:

- ... E a idiota acreditou na minha história. É só contar que você viaja no tempo e a otária acredita.

Não segurei minha raiva. Peguei meu Calibre e dei um tiro no meio da sua testa. Morte instantânea.

Hoje é o dia em que ele faria 30 anos. Então fico refletindo sobre a vida. Eu olho para minha filha e penso:
"Como tu é feia!"

Um comentário :

Receba nossas atualizações por e-mail