5 de ago de 2013

O Caleidoscópio.

Estava de Lua de Mel com minha mulher e minha sogra. Como se já não bastasse ter que aturar a véia ainda estava chovendo, como em qualquer noite creepypastiana. Enquanto a sogrinha dormia dopei ela, roncava e peidava, finalmente podia passear com minha mulher, mesmo chovendo. Fomos à uma loja de artefatos antiquados onde pessoas tentam se livrar de coisas velhas e outros compras como objetos "históricos".

Eu peguei uma espécie de telescópio em capa de couro. O vendedor chamado Mr. Satan surgiu do nada e disse que me venderia por R$ 0,50. Eu disse: "Minha nossa! É mais caro que o Justin Bieber!" Eu ia comprar umas fitas antigas (Harvest Moon, Mario 64...) mas o cara me insistiu em comprar. Ele disse que foi encontrado com o corpo de um marinheiro que também está à venda.

Eu dei uma olhada e girei. Apareceu um monte de pequenos demônios dançando. Era fascinante! Eles pegaram e cortaram a garganta da minha namorada. Parecia real. Depois o vendedor virava o diabo e você nem imagina o quanto isso era legal.

Eu disse para o vendedor: "Esses efeitos especiais são demais!"

O vendedor olhou para mim e riu: "Você não está entendendo. Tudo o que você ver é real." Saí correndo assustado. Minha mulher morreu na nossa Lua de Mel. Buááááááá! Eu me suicidei amarrando uma pedra no meu pescoço e a atirando no mar.

Depois de morrer descobri que tudo não passou de uma pegadinha de 1º de abril da minha sogra.

Um comentário :

Receba nossas atualizações por e-mail