18 de fev de 2014

Hora de Dormir IV (pt. 7)

Fala galera, aqui é o Hugo que estava muito tempo desaparecido, mas infelizmente me acharam, então o jeito foi continuar com esta série que não acaba nunca, tirada de um livro que nunca li e que não estudamos em Literatura na escola. Então, enjoy:

-- (dois traços ridículos para separar o que acabei de escrever do resto do post)

Mesmo acontecendo tudo aquilo do fantasma me atacando, ainda não sei o que está acontecendo, provavelmente sou vítima de algum distúrbio mental que não me permite perceber o óbvio.

Mais uma vez ouvi aqueles gemidos do meu pai com minha mãe ruídos e decidi procurar a origem. Não, eu não queria encontrar a fonte do barulho, apenas fui para a locadora pra alugar o filme A Origem, aquele com o carinha do Titanic, mas no meio do caminho fui atacado pelo Shadow Man Noob Saibot fantasma das trevas que queria me possuir, me dando um Blackberry se eu deixasse, mas eu não deixei.

Não lembro como fui parar em casa no dia seguinte, só sei que estava dolorido e com um Blackberry na mão. É muito legal quando coisas assim aparecem na minha mão; uma vez uma colega minha disse que me daria R$ 100,00 se eu cheirasse crack. Claro que não cheirei, mas não lembro o que ocorreu depois disso, mas eu amanheci em minha cama com uma nota de cem e um monte de recados de uns homens deixando o número de telefone caso quisesse mais “noites prazerosas” (não sei por que estava entre aspas).

Eu tenho uma namorada, mas não posso revelar seu nome devido aos direitos autorais. Seu nome é Mary e ela não quer mais falar comigo. Mary é arrogante, repulsiva e lésbica, mas eu lovo ela d+. Ontem ela passou o dia dormindo com a boca toda cheia de ketchup, enquanto toda a sua família estava com algum problema de cisco no olho que estavam lagrimando. Então colocaram-na em uma cama bem apertada, mas deve ser confortável já que ela não reclamou, apenas permaneceu em sono profundo. Acho que foi pedido dela, mas a esconderam debaixo da terra e colocaram uma pedra em cima para disfarçar, o que deve ser inútil já que estava escrito o nome dela na pedra. Haviam outras pedras iguais ao redor.

Então, ela saiu voando pelo espaço e todos desmaiaram.

Eu voltei para casa e ouvi alguém chamar meu nome.

Heuquistahtchio!

Eu olhei e era o porteiro do meu prédio. Achei que fosse um fantasma. Então ele saiu voando pelo espaço também, assim como a garota cujo nome não posso citar chamada Mary.

Cheguei em casa e fui tomar banho. Samara estava na banheira e viu meu bilau. Ela morreu (WTF!). Então ouvi chamarem meu nome mais uma vez. Achei que fosse o porteiro mais uma vez, só que



Era.

Ele estava voando pela janela e chamando meu nome. Ele gravou um vídeo d'eu nu e postou na internet. Dizem que os efeitos são piores que o do Mereana Mordegard Glesgorv.

(TO BE CONTINUED...)

Este post faz parte de uma série mal-sucedida da Fox. Abaixo, alguns links com postagens com o título parecido, mudando apenas o número no final e os números romanos (que eu sei que você não sabe qual é o número representado por MDLXII.)

Porcaria 1
Bosta 2
Merda 3
Cocô 4
Tua Mãe de Calcinha 5
666

3 comentários :

Receba nossas atualizações por e-mail