31 de out de 2013

Beliche

“Ninguém vai te comer.”

Disse meu irmãozinho querido e morto. Dormíamos em um beliche; ele em cima, e eu embaixo ui. Sua morte foi tão lenta que deu vontade de enfiar uma faca na cabeça dele para acelerar a morte.

Tudo começou quando ele desapegou do beliche e o vendeu na OLX, porém o beliche não queria ir embora, o beliche tinha vida (estilo Apenas Um Show). Então ele recebeu umas perguntas e se errasse tinha que trocar a foto do perfil do Facebook pela foto de uma girafa.

Ele errou todas as perguntas, mas não trocou a foto do perfil, então Mr. Giraffe Head levou sua alma away, o que foi um alívio pra ele que não queria fazer Enem porque não estudara.

Agora ele fica me pertubando no meu quarto “Volta pro túmulo caralho!” e não me deixa dormir, liga a TV que tenho no quarto e assiste Rebelde até tarde.

E o beliche? Ele se casou com a estante e teve três filhos criados-mudos.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Receba nossas atualizações por e-mail